Anoitece no Iraque


Os Atentados de 11 de setembro de 2001 contra as Torres Gêmeas do World Trade Center, em Nova Iorque, entrou para história como o maior ataque terrorista da história.

A versão oficial que os atentados foram cometidos pelo grupo terrorista Al-Qaeda, que tinha como líder na época o saudita Osama Bin Laden. Depois dos ataques os Estados Unidos declararam guerra ao terrorismo e o radicalismo islâmico.

Nesse tempo os nortes americanos invadiram o Afeganistão e o Iraque, com a intenção de acabar o regime Talibã e derrubar o ditador Saddam Hussein, respectivamente.

Existem várias teorias da conspiração de que os Estados Unidos forjaram esses Atentados para terem motivos para invadir esses países citados acima. Com base dessas teorias de conspiração é a base do romance Anoitece no Iraque do escritor espanhol Patrick Ericson.

O personagem principal desse romance é o tenente Jack Parsons que busca vingança contra os radicais islâmicos. Ela pensava que foram eles que causaram os Atentados contra Torres Gêmeas, no qual sua esposa grávida de seu primeiro filho foi uma das milhares de vítimas dessa tragédia. Obcecado pelo ódio, Jack jurou que iria fazer justiça com as próprias mãos contra todo o mundo islâmico.

Antes de começar o romance, no início do livro tem um prólogo que passa em 1998, na cidade escocesa de Turnberry. Nesse prólogo é uma reunião entre dois líderes (um norte-americano e um britânico) não identificados falam de um plano para conquistar as principais reservas de petróleo do mundo, que ficam no Oriente Médio. Eles chegaram a conclusão para conseguir essas reservas de petróleo era preciso criar um inimigo, que nesse caso seria o mundo árabe.

Durante o romance ele começa a descobrir que não os terroristas islâmicos que planejam os Atentados, mas sim os líderes da sua própria nação. Ele descobre que existe um plano de dominação mundial por parte dos principais potências do mundo como os Estados Unidos e Reino Unido chamado de Projeto Brainwashing (“lavagem cerebral”). Esse projeto pretende instaurar A Nova Ordem Mundial.

A descoberta do Projeto Brainwashing por Parsons foi porque o arqueólogo iraquiano Rajmani tentou vender essas informações para o jornalista Rory Moore rede britânica BBC World News. Em troca por essas informações o arqueólogo queria um milhão de dólares e passaportes para ele e sua família começarem a vida em outro lugar fora do Iraque. Após a descoberta de projeto o tenente Parsons começa uma nova vingança, mas dessa vez com o seu país.

Não irei contar o resto do romance senão vocês não vão ler o livro. Mas garanto que é um romance de tirar o folego. Apesar de ser ficção, Anoitece no Iraque faz a gente pensar, será que somos mesmo manipulados pelas potências mundiais? Quem serão os nossos verdadeiros inimigos são mesmo os terroristas ou os norte-americanos?

O diferencial de Anoitece no Iraque é que esse romance tem personagens reais como ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush, o atual presidente norte-americano Barack Obama, o terrorista Osama Bin Ladem e a ex-primeira ministra do Paquistão Benazir Bhutto. Com personagens reais, faz que gente se questione será que essas teorias de conspiração são verdadeiras ou fantasia do autor.
Essa história é bem elaborada pelo Patrick Ericson que poderia adaptadas para o cinema. Mas será difícil porque os maiores estúdios de cinema são americanos e romance coloca em xeque o patriotismo norte-americano.

Eu recomendo a leitura de Anoitece no Iraque, leia e se surpreende com essa história como eu me surpreendi!

Sobre o Autor


Patrick Ericson (pseudônimo de José María Fernández-Luna Martinez) nasceu em Alhama de Murcia, Espanha, em 1962.

Eclético e autodidata, estreou em 2000 com o romance Baile de Dríadas. Já publicou sete livros, entre eles o de poesia De Profundis.


Em 2010, a editora Geração lançou seu best-seller O Símbolo Secreto, romance sobre a maçonaria.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.
UA-98132943-1