Avançam as discussões sobre parceria Público-privada para a Rodovia Caminhos da Neve



As discussões sobre uma alternativa viável para a conclusão da Rodovia Caminhos da Neve estão avançando no lado catarinense. Na semana passada, o Secretário de Planejamento do Estado, Murilo Flores, recebeu no seu gabinete em Florianópolis, uma comitiva das serras catarinense e gaúcha, formada pelo Prefeito de Bom Jesus, RS, Frederico Becker, o Prefeito de São Joaquim Humberto Brighenti, o ambientalista e coordenador do projeto Rotas Cênicas Ike Gevaerd, o jornalista Rogério Maturano, o Secretário Executivo de Parcerias Público Privadas, Sandro Tarzan e o Presidente da Câmara de Vereadores de Bom Jesus, RS, Jeziel Pereira.



Na reunião, solicitada por Tarzan, foi apresentada uma visão geral da projeto Caminhos da Neve, pontuando-se, sobretudo, as implicações e os benefícios econômicos para os dois estados. Embora o projeto que iniciou há mais de 20 anos caminhe a passos lentos, os estudos e alternativas para a conclusão da rodovia se mantém atualizados, pois além de representar uma alternativa para o turismo, significa também a solução de inúmeros problemas estruturais para quem vive na região, sobretudo, no transporte viário. De tal forma, que para os prefeitos presentes na reunião, a ligação dos 62Km (18 em SC e 44 no RS), seria uma espécie de redenção econômica para os dois lados.



No que se refere ao turismo, o coordenador do Rotas Cênicas apontou que o projeto, por se tratar de um produto turístico inédito no Brasil, que unirá dois importantes destinos do cone sul, as serras catarinense e gaúcha, poderá transformar as paisagens e os atrativos do trajeto em um destino turístico inteligente e responsável.



A comitiva apoiou a proposta de um Convênio Técnico-Administrativo-Financeiro entre os dois Estados, apresentada pelo Secretário Executivo de Parcerias Público Privadas, Sandro Tarzan. "Penso que através da vontade política dos dois Governadores, poderia se constituir uma comissão técnica para elaboração de um projeto arquitetônico e de engenharia e que servirá de base para a Proposta de Manifestação de Interesse (PMI) para a iniciativa privada. Através dessa parceria público-privada, poderão ser criados trechos consolidados na rodovia, como por exemplo, de Canela a Gramado, se estendendo até a Br 282, passando por Bom Jesus, São Joaquim e Urubici, com inúmeros atrativos turísticos.




Nesta semana, o projeto será apresentado ao Superintendente da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (SUDERF) Dr. Cássio Taniguchi, que também possui amplo conhecimento técnico sobre Parcerias Público Privadas. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.
UA-98132943-1