Baralho Espanhol


Ao viajar pela Espanha, em 1540, um cronista holandês ficou muito admirado ao notar que os habitantes de alguns vilarejos, mesmo quando não dispunham sequer de pão e vinho para se alimentar, tinham sempre à mão um baralho para jogar. Na realidade, os jogos de cartas sempre foram muito apreciados pelos espanhóis, que criaram vários deles, como o Hombre e o Tresillo. No decorrer dos séculos, diversos jogos de cartas inventados na Espanha alcançaram grande sucesso, tornando-se jogos da moda em várias cortes europeias.

Além da invenção desses jogos, o grande interesse dos espanhóis pelas cartas é evidenciado pelo fato de terem eles criado um tipo próprio de baralho, que é usado ainda hoje na Espanha e em vários países, o baralho espanhol.

As 48 cartas que constituem esse baralho, muito parecidas com os Arcanos Menores, cartas comuns do Tarô, dividem-se em quatro naipes: taças, moedas, bastões e espadas. 

O baralho espanhol consiste em um maço de 40 ou 48 cartas, classificados em 4 "naipes" e numerados de 1 a 12 (no de 40 cartas, faltam o 8 e o 9). Certos maços incluem a mais 2 curingas ou comodines. As figuras do baralho espanhol correspondem aos números 10, 11 e 12, e são chamados sota (mais conhecido como valete), cavalo e rei respectivamente. No baralho francês, correspondem ao valete, dama e rei, respectivamente.


O baralho espanhol, ou baraja, representa a sociedade da época que foi criado. Os nomes dos naipes são:

Ouros - Simbolizado por moedas de ouro, representa os comerciantes.

Espadas - Simbolizado por espadas, representa os militares.

Copas - Pode ser traduzido do espanhol como Taças e é exatamente esse o símbolo usado, representa o clero.

Bastos - Pode ser traduzido do espanhol como Bastões ou Paus e representam a classe proletária, os camponeses.

O baralho espanhol representa, provavelmente, um estágio intermediário do processo de evolução pelo qual passaram as cartas de jogar primitivas, como as do baralho de Tarô, até assumirem o aspecto que têm atualmente nos baralhos modernos. Uma das características típicas do baralho espanhol, que o torna diferente tanto do Tarô como dos baralhos modernos, é o fato de nele não haver a figura da Dama, que é substituída pelo Cavaleiro.

La pinta

A caixa que cerca a figura tem um sinal para distinguir o naipe de que se trata de uma forma discreta: as copas uma interrupção, as espadas duas, os bastos três e os ouros, nenhuma. Este sinal se chama la pinta e saiu da expressão "o conheci pela pinta". No baralho francês, a convenção equivalente são as figuras pequenas que há debaixo do número.

Jogos que utilizam o baralho espanhol

Existem muitos jogos de baralho espanhol, sendo muitos jogados somente na Espanha. Alguns deles:

o mus

o truco

a escopa de quinze

a bisca

o menos copas

o três sete (italiano)

a zanga

o aluette

a manilha

o revesino

o envite canario

o tute

o jodete

o julepe

o guiñote

o tresillo

o hombre

o gilé

o hachi-hachi

a perejila

o gofo

o burro

o mata

o sarangollo


o sete e meio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.
UA-98132943-1