Depois do Túnel


Capa do livro Depois do Túnel de Bolívar Soares
“O livro traz a vantagem de a gente poder está só e ao mesmo tempo acompanhado”.

Com essas palavras inicio o comentário do livro “Depois do Túnel” do meu amigo Bolívar Soares. Esse é o segundo livro de Bolívar. O primeiro tem o nome de “Segredos” que teve muita repercussão no meio literário.

Depois do Túnel é um romance de 258 páginas, divididos em 21 capítulos, publicado pela editora Giostri de São Paulo, lançado em 2015.

Dessa vez o prefácio do livro é da escritora Solange Castro, que participou co-autora dos remakes das novelas Mulheres de Areia (1993) e A Viagem (1994) da Rede Globo e autora do novelas Marcas da Paixão (2000/2001) e Roda da Vida (2000) da Rede Record.

Nesse romance Bolívar conta a história de duas irmãs, Joyce e Ilka. Joyce é uma pessoa bondosa, generosa e humana; enquanto sua irmã é oposta dela, sendo uma pessoa desagradável, mal-amada e egoísta.

No inicio da história Joyce sofre com a perda de seu marido Afonso e de seus dois filhos Augusta e Fabinho em grave acidente. Mesmo com esse trauma Joyce continua sendo a mesma pessoa, mas no fundo ela sente saudade de sua família. Enquanto isso Ilka é casada com Otávio, um homem que ama ela demais, mas ela amou o marido. Ilka também e mãe de Carolina e João Vitor.

Esse romance foi baseado em pesquisas que Bolívar sobre a Experiência Quase Morte (EQN). Esse caso acontece a partir do capítulo 12 quando as irmãs Joyce e Ilka sofrem um acidente na fazenda da família. Ambas passam pela EQM. Ilka retorna do coma e tanta corrigir os erros de toda sua vida, Joyce reencontra o marido e os filhos durante o estado de coma.

Durante o decorrer da história, o leitor vai descobrindo os segredos do passado que tornaram Ilka em uma pessoa autoritária, infeliz e sem coração.

Duas coisas que valem destacar no romance: o racismo e a religião. No caso do racismo, Ilka não aceita o noivado de seu filho João Vitor com a Rúbia, uma jovem negra, em compensação a sua principal empregada a quase 40 anos é negra. Mas o porquê da origem do sentimento racista de Ilka, isso não irei contar.

Outra coisa vale ressaltar no romance de Bolívar é a questão da religião. O médico Fernando - que é apaixonado por Joyce – passou pela Experiência Quase Morte e depois disso converteu-se ao espiritismo acredito em as irmãs estão passando pela EQM, enquanto a farmacêutica Irmã Catarina acredita nas crenças do catolicismo e não acredita que existe vida após a morte.

São muitos motivos para ler Depois do Túnel de Bolívar Soares. Comecei a ter gosto pelos romances após ler seus livros, fiquei com vontade de um dia também escrever um livro.

Agradeço ao Bolívar por ter me presenteado com seus livros. Quem ler esses livros vai se encantar como eu, certamente!


Você pode ler o comentário do outro livro de Bolívar Soares, Segredos clicando aqui.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.
UA-98132943-1