Glossário da Assessoria de Imprensa


Quando a gente escolhe o curso de Jornalismo, muitos de nós pensamos que um de nós será substituto do Willian Bonner na apresentação do Jornal Nacional. Mas se isso não acontecer, será que jogamos fora quatro anos de nossas vidas na faculdade? Não se desesperem você pode ser um assessor de imprensa.

Nos dias atuais, a assessoria de imprensa é uma área que pode ser exploradas por jornalistas. Jogadores de futebol, políticos, atores, cantores, empresas privadas, prefeituras, câmaras de vereadores e assembleias legislativas quando precisam se comunicar com os veículos de comunicações é função de seus assessores.

Nós jornalistas disputamos essas vagas na assessoria de imprensa com o pessoal do curso de Relações Públicas. Mas na minha visão , uma boa assessoria de imprensa tanto do jornalista como o relações públicas e se possível contar um publicitário na equipe.

Se você quiser investir nessa área, precisa conhecer o Glossário de Assessoria de Imprensa. A minha professora, a jornalista Keltryn Wendland, me passou esse material nas aulas de técnicas de assessoria de imprensa e agora compartilho com vocês meus leitores. Aproveita aprenda a linguagem dos assessores de imprensa.

Quero lembrar que assessoria de imprensa dá muito dinheiro caso seja bom e tenha conhecimento. É a chance de sermos empreendedores. Eu mesmo no futuro quero a minha empresa de assessoria de imprensa.

Plano de comunicação: a estratégia que é elaborada para alcançar um público-alvo usando canais de comunicação corporativa como: publicidade, relações públicas, experiências, eventos, ações, etc.
Comunicação integrada: busca aliar questões de diferentes divisões em uma empresa, com o propósito de estruturar um planejamento eficaz de comunicação integrando jornalistas, publicitários, relações públicas, entre outros setores.
Comunicados internos: são realizados para divulgar qualquer informação importante e específica que diz respeito a todos os funcionários ou apenas a um grupo. Podem ser enviados por e-mail, publicados na Intranet ou até mesmo serem colocados em cartazes.
Convenção anual: festas realizadas com a intenção de reunir todos os envolvidos com a empresa fora do ambiente de trabalho, em uma atmosfera descontraída para melhor relacionamento entre todos.
Endomarketing: trata-se de uma estratégia de marketing voltada para o público interno. Seu planejamento, na maioria dos casos, é feito pelos Recursos Humanos da empresa.
Comunicação em cascata: é um processo de comunicação hierárquico, em que as informações são repassadas de um segmento a outro e de cima para baixo.
Circular: é uma mensagem dirigida a um determinado departamento ou setor, visando repassar avisos e determinar regras e ordens.
Blog corporativo: é uma forma de interação tanto com o público interno como o externo. É um espaço colaborativo que permite troca de informações e envio de comentários.
Box: recurso utilizado para delimitar o espaço de um texto complementar. Pode conter uma informação extra, uma observação ou uma nota.
Café com o presidente: encontro promovido entre funcionários e presidente para a troca de ideias, reclamações e sugestões, a fim de um melhor relacionamento entre as pessoas.
Canal de escuta de empregado (ouvidoria interna, ombudsman, linha direta): espaço nas entidades que recebe críticas, reclamações e sugestões de funcionários. É um importante meio de comunicação para interceder entre as partes envolvidas, a fim de evitar conflitos.
Comunicação face a face: é o contato direto entre os funcionários e o chefe de uma empresa,
Endpoint: ícone que representa uma organização ou entidade, utilizado normalmente em revistas para indicar o fim de uma matéria.
Evento interno: são eventos regulares para reunir todos os funcionários de uma empresa ou grupos específicos. Visa à integração e um melhor relacionamento entre todos os setores.
Foto legenda: matéria com predominância de fotos que acompanham pequenos textos descritivos.
House Organ: é o canal de comunicação interna em uma empresa. Seja um jornal ou uma revista, o veículo é importante para que o público interno da entidade saiba de tudo o que acontece em seu local de trabalho. As matérias são mais frias já que normalmente é bimestral.
Intertítulo: títulos menores inseridos ao longo do texto, permitindo que a matéria fique menos carregada e fácil para a leitura.
Intranet: é um sistema de redes privadas de uma empresa. Todos os funcionários possuem um cadastro e podem acessar notícias institucionais, contatos específicos, telefones úteis, entre outros.
Jornal muralperiódico de comunicação interna, normalmente fixado em áreas de grande circulação de pessoas. Conta com diversos colaboradores, trazendo informações relevantes e em destaque na empresa. Nele as matérias são factuais, pois normalmente é quinzenal.
Layout: combinação de componentes gráficos que, diagramados, deve formar um conjunto harmonioso tanto numa revista, jornal, cartaz, ou newsletter. É importante que o layout de todo comunicado seja visualmente adequado, pois carrega consigo uma boa impressão diante dos funcionários.
Linha fina: complemento do título que resume a matéria em poucas frases.
Newsletter: é um boletim eletrônico informativo, enviado regularmente para setores específicos na empresa como forma de divulgação das últimas notícias importantes, ações, concursos ou festas.
Olho: citação ou frase do texto que é destacada na diagramação da página.
Programa de recompensa: uma ação de endomarketing realizada com o objetivo de aumentar a produtividade dos funcionários através recompensas.
Projeto social: promovido pelas empresas para estimular a integração entre os funcionários participantes e reforçar o auxílio a uma causa social.
Ponto focal: é o funcionário que atua dentro de um setor específico da empresa e na maioria das vezes não é do departamento de comunicação. Por ser uma pessoa ativa com os companheiros de departamento, ele que leva as informações relevantes para o departamento de comunicação da empresa e que muitas vezes viram matérias interessantes no house organ.
Rádio peão: é um meio de comunicação não-oficial, que gera informações incertas e sem confirmação.
Rede Social Corporativa: são plataformas exclusivas, voltadas para profissionais trocarem informações de forma mais prática e rápida.
Retranca: nome dado ao texto/palavra menor localizado acima do título em um layout, identificando o assunto da matéria.
Reunião de resultados: acontece regularmente com o intuito de alinhar resultados positivos e negativos produzidos pela empresa. É importante para reforçar o relacionamento entre cliente e equipe.
Subtítulo: pequena frase colocada abaixo do título para complementá-lo com mais informações.
TV / Rádio Corporativa: veículos exclusivos para a comunicação interna. São canais atrativos para a divulgação da empresa, pois permitem o uso de aparatos audiovisuais.
Alcance: área geográfica da audiência e do número de leitores, ouvintes ou telespectadores que a mídia naquela região pode atingir.
Artigo: publicado normalmente em revista, internet ou jornal de grande circulação. Este tipo de texto discute, analisa ou interpreta um problema, assunto ou tendência. Uma das características do artigo é que leva mais tempo para pesquisar e produzir do que uma notícia. Os artigos geralmente são opinativos e refletem a ideia de uma pessoa, empresa ou entidade.
Boilerplate: breve parágrafo apresentando quem você é, o que e como você faz, normalmente usado como o primeiro parágrafo em uma biografia ou o último parágrafo em um comunicado à imprensa.
Briefing: documento contendo a descrição da situação de uma marca ou empresa, seus problemas, oportunidades, objetivos, metas e recursos para atingi-los. Pode ser em formato de perguntas e respostas ou em tópicos ou ainda apenas um texto com direcionamentos sobre o produto ou serviço.
Centimetragem: Forma de medir e mensurar resultados de anúncios publicitários ou matérias em jornais e revistas. A medida usada é centímetros/coluna.
Clipadora: empresa especializada em buscar e relatar os resultados de uma assessoria de imprensa obtidos em jornais, revistas e sites.

Coletiva de imprensa: evento para disseminação de dados e notícias por uma fonte, empresa ou entidade para vários jornalistas de uma só vez. O formato é geralmente uma apresentação de informações realizado pelo porta-voz da organização, seguido de uma sessão de perguntas e respostas. Em muitos casos, ela ocorre em situações de crise ou lançamentos e tem um tempo pré-determinado para acabar.
Clipping ou Clipe: recorte de jornal ou revista, pode ser também uma captura da tela do computador quando é uma publicação online ou ainda um corte de segmento de um vídeo ou áudio, para mensurar os resultados obtidos.
Comunicado Oficial: texto objetivo que relata o posicionamento oficial da empresa, pessoa ou entidade sobre determinado assunto.
Comunicação integrada: abordagem multidisciplinar, que utiliza uma série de técnicas e ferramentas de comunicação, a fim de entregar um conjunto consistente de mensagens. O objetivo é conseguir uma comunicação direta com o público. E independente da forma como será feita, as mensagens e a comunicação estarão alinhadas com as estratégias da companhia.
Corporate fact sheet: conhecido também como Fact Sheet, é um documento com apenas uma página que descreve os princípios de uma empresa, serviços, números gerais e faturamento (quando público). Inclui endereço, telefone, e-mail e mapa para permitir que os clientes potenciais ou repórteres encontrem facilmente o negócio.
Coluna: artigo escrito por um especialista, normalmente publicado em jornais ou revista, no qual o colunista escreve semanalmente ou todos os dias.
Cronograma de ações: instrumento de planejamento e controle semelhante a um diagrama, em que são definidas e detalhadas minuciosamente as atividades a serem executadas durante um período estimado.
Deadline: o prazo final para enviar materiais, fechar reportagens, entrevistas, etc.
Editorial: declaração de opinião de um editor sobre você e seu negócio. Além disso, um termo para a cobertura da mídia gerada pela equipe de notícia. Editorial é também um texto, feito pelo editor, que resume e comenta as matérias de uma publicação (normalmente em revistas).
Entrevista: conversa entre duas ou mais pessoas (o entrevistador e o entrevistado) em que perguntas são feitas pelo entrevistador de modo a obter informações necessárias por parte do entrevistado.

Exclusiva: notícia, entrevista ou artigo de destaque que apenas um jornal, revista, rádio, site ou televisão pode publicar/apresentar. Normalmente, esse tipo de destaque é negociado previamente pela agência assessoria de imprensa do entrevistado.

Exposição: a medida que o público-alvo torna-se consciente de uma pessoa, mensagem, atividade, tema ou organização através dos esforços da agência de relações públicas/assessoria de imprensa.

Follow up: trata-se da comunicação que envolve o monitoramento de objetivos e metas, após um contato pré-estabelecido.
Fotolegenda: texto explicativo sobre a foto que o acompanha, enviada para determinado mailing list de jornalistas.
Ghostwriter: pessoa que escreve artigos ou discursos para uma outra pessoa que reivindica a autoria.
Hard news: história que é verdadeiramente interessante, factual e objetiva. Algo que aconteceu naquele dia ou mesmo naquele momento.
Key Message: palavra-chave ou frase que a assessoria de imprensa, a própria empresa ou o departamento de comunicação têm a intenção que seja retida pelo público.

Mailing list: lista de editores e jornalistas de cada publicação em circulação. Inclui número de telefone, endereço, cargo, editoria e e-mail.

Media relations: a prática de lidar com jornalistas / blogueiros / membros dos meios de comunicação para construir boas relações de trabalho e gerar cobertura de mídia e editoriais favoráveis. É a base de trabalho de uma agência de relações públicas ou de assessoria de imprensa.

Media training: simulações realizadas com o profissional, que é um porta-voz, para que tenha efetividade como um gestor de comunicação, embora seja líder em outra área. Diz respeito sobre como funciona a mídia e informações que os jornalistas buscam e quem são estes profissionais.

Meet and greet: conhecido também por alguns profissionais como goodwill, é uma espécie de reunião realizada, geralmente de forma rápida entre fonte, assessor de imprensa e jornalista para propor pautas, conversar sobre a fonte e apresentar ideias ou pontos de vistas sobre possíveis matérias.

Mídia Espontânea: publicações veiculadas em qualquer meio de comunicação de forma espontânea, ou seja, sem plano de ações por parte da assessoria de imprensa.
Mídia Provocada: Publicações veiculadas em qualquer meio de comunicação estimuladas pela assessoria de imprensa, através de disparos de releases, sugestões de pauta, ou outras ações de relações públicas realizadas.
Off-the-record: ou apenas Off são informações fornecidas por uma fonte para um repórter e que, quando previamente acordado com o jornalistas, não pode ser publicada ou usada de qualquer forma.
Pauta: orientação que os repórteres recebem descrevendo que tipo de reportagem será feita, com quem deverão falar, onde e como. Pode ser também o enfoque sobre algum fato.
Pesquisa de opinião: levantamento que mensura a resposta de uma pergunta sobre um tema.
Porta-voz: representante de uma organização e que é uma fonte especializada disposta a comentar com a imprensa sobre uma questão pontual.

Position Paper: nota que apresenta a opinião, normalmente do autor ou de outra entidade especifica, sobre um assunto e que é enviada para a imprensa.

Press kit: kit com informações específicas entregue aos meios de comunicação por uma empresa. Normalmente contém material base, fotografias, ilustrações, comunicados de imprensa e em alguns casos, brindes da empresa que está divulgando.

Press release: ou News Release, ou ainda, apenas Release é a forma escrita mais comum, usada em relações públicas, para anunciar notícias e informações sobre produtos, serviços, empresas, etc.
Pronunciamento oficial: comentário escrito ou falado preparado para efeitos de resposta consistente a determinadas questões e que dizem respeito a um grupo grande de pessoas. Em muitos casos usados apenas por chefes de estado ou ministros.
Q&A: este documento, muitas vezes sigiloso, contém possíveis perguntas e também prováveis respostas para muitos assuntos de uma empresa, serviço ou produto. Nele o porta-voz se baseia para saber como responder determinadas questões.
Solicitação de imprensa: pedido que o jornalista faz a empresa por meio da assessoria de imprensa. Podendo ser: uma entrevista, cobertura de pauta, etc.
Sugestão de Fonte: é uma ferramenta de assessoria de imprensa na qual você oferece seu porta-voz para determinando mailing list de jornalistas.
Sugestão de Pauta: mensagem escrita para introduzir uma fonte ou ideia da história para um ou mais jornalistas.
Stakeholder: conhecido também como público de interesse, é a parte que afeta, ou que podem ser afetadas pelas ações de uma organização.

Talking Point: declarações sucintas que abordam pontos cruciais sobre determinado tema.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.
UA-98132943-1