Maria


O Cristianismo é maior religião do mundo com cerca de quase 2 bilhões de fiéis divididos entre católicos, protestantes e ortodoxos. A maior figura do Cristianismo é Jesus que unanimidade entre os cristãos. A biografia de Jesus todo mundo conhece, mas a mulher que gerou o Filho de Deus, qual é sua biografia?

Capa do livro Maria (2015) de Rodrigo Alvarez lançado pela Globo Livros
Foi pensando nisso que o jornalista da Rede Globo escreveu o livro Maria – A biografia da mulher que gerou o homem mais importante da história, viveu um inferno, dividiu os cristãos, conquistou meio mundo e é chamada de Mãe de Deus. Foi lançado pela Globo Livros em 2015, dividido em três partes: A vida de Maria; Theotokos, a mãe de Deus e Maria do mundo.

No total são 31 capítulos em que o leitor viaja pela história do Cristianismo conhecendo melhor está mulher que mudou a história da humanidade. Na introdução, Rodrigo Alvarez como um bom jornalista, assume a missão primordial do jornalismo: ser sentinela da informação.

Nos primeiros capítulos conhecemos um pouco da história de Maria, porém existem poucos manuscritos que contam com precisão a história da Mãe de Deus. Naquela época, ninguém se interessou em deixar registrado a história de Maria. Mas pelo que o Rodrigo Alvarez conseguiu pesquisar durante o tempo em foi correspondente da Rede Globo em Jerusalém, descobrimos que os nomes dos pais de Maria são Joaquim e Ana.

Maria tinha aproximadamente 15 anos quando recebeu a visita do Anjo Gabriel e foi grávida de Jesus e sobre o milagre do casamento em Caná, na Galileia em que Jesus transformou água em vinho. Este milagre é considerando o primeiro milagre de Jesus na Terra que teve intercessão de Maria.

Na segunda parte do livro, nos primeiros anos da Era Cristã os líderes da igreja discutiram sobre a virgindade de Maria e sua devoção. Nessa parte da história entre a imperatriz romana Pulquéria, que pode ser considerada a primeira feminista do mundo. Graças a ela os católicos são devotos de Maria. Porém por causa da devoção em Maria aconteceu a divisão do Cristianismo conhecida como Reforma Protestante liderado por Martinho Lutero no início do século XVI.

Os últimos capítulos do livro, Alvarez destaca as aparições de Maria em Lourdes (França), Guadalupe (México) e Fátima (Portugal). Ele não se esquece de mencionar a santinha de barro encontrada por pescadores no rio Paraíba do Sul em 1717 que se tornaria a Padroeira do Brasil e inspirou o seu livro anterior, Aparecida.

Como já é tradição aqui no meu blog, eu apenas conto os pontos principais que me chamaram a atenção. Existem outras partes do livro que não destaquei para você meu leitor ficar com vontade de ler o livro.

O diferencial de Rodrigo Alvarez é que escreve de forma simples e rica de informações, qualidades que só os melhores jornalistas têm e se destacam no universo da literatura.

Eu recomendo a leitura de Maria para todos aqueles que acreditam em Nossa Senhora e também para os jornalistas que querem ser escritores. Aproveite se surpreenda com esta leitura fascinante!

Maria é o terceiro livro escrito por Rodrigo Alvarez. Ele também é autor dos livros Haiti, depois do inferno (2009), e do best-seller Aparecida (2014). Recentemente escreveu Humano Demais (2016) que conta a biografia do Padre Fábio de Melo.

Te aprochega e confira:



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.
UA-98132943-1