Musas e Divas


Você que acompanha futebol já ter percebi que as torcidas (na verdade os homens) elegem lindas mulheres como representantes dando a elas o título de musa. Já o termo diva é dado a mulheres muitos formosas, é quase um sinônimo de musas. Antes de falar sobre as minhas musas e divas, conheça o verdadeiro significados dessas palavras.

Musa é uma figura feminina da mitologia grega, fonte de inspiração nas artes ou ciências. O significado de musa tornou-se abrangente sendo utilizada no sentido figurado para designar a mulher amada ou aquela que traz inspiração seja na pintura, na poesia ou outras formas de expressão cultural.

O termo musa é popularmente utilizado como referência à mulher bela que inspira ou desperta o desejo no público masculino. É frequente ver a eleição de musas para representarem algumas modalidades esportivas como futebol, ciclismo, fórmula 1, etc.

Na Grécia antiga, eram nove as musas que inspiravam cada uma das artes ou ciências: Terpsícore (dança), Erato (poesia lírica), Euterpe (música), Polímnia (música sacra), Melpômene (tragédia), Tália (comédia), Calíope (Eloquência), Clio (História) e Urânia (Astronomia).

A palavra grega mousa significa “canção” ou “poema”. As musas habitavam no templo Museion, termo que deu origem à palavra “museu” definido como o local de preservação das artes e ciências. A palavra música também é derivada de musa, do grego musiké téchne que significa “a arte das musas”.

Diva é uma divindade feminina, uma deusa. No sentido figurado é uma mulher muito bonita. É um substantivo feminino derivado do latim divus (deusa).

Diva era uma palavra inicialmente usada para célebres cantoras de ópera tendo o mesmo significado do termo italiano prima donna (a cantora principal de uma ópera).

O significado de diva passou a ser usado para estrelas do mundo do cinema e da música e num sentido mais lato também designa uma mulher muito formosa ou uma musa.

Grandes mulheres do mundo artístico se consagraram como divas, por exemplo: Maria Callas, na ópera; Marylin Monroe, Grace Kelly ou Elizabeth Taylor, em Hollyood; Brigitte Bardot, no cinema francês ou Sophia Loren, no cinema italiano.

Agora que vocês conheceram o significado de musa e diva, vou falar daquelas mulheres que são minhas inspirações.

Como vimos, musa é uma figura feminina da mitologia grega fonte de inspiração das artes e ciências. Diferente da maioria dos homens, eu uso termo musa para chamar as mulheres fora de série, que são lindas sem ser vulgar.

Hoje as mulheres que são consideradas musas para os homens são mulheres que postam fotos ou belfies seminua ou nua no Instagram. Será que dá considerar uma mulher que se expõem desse jeito pode ser considerada uma musa ou diva? Essas mulheres não me passam confiança, pois fazer nudes e postam na internet, onde todo mundo tem acesso, não serve para ser minha namorada ou esposa.

Eu tenho várias musas, uma dela vocês me conhecem é a minha amiga Keltryn Wendland, que já deu entrevista aqui para o blog, publiquei alguns textos dela aqui e divulgo o trabalho do blog dela. Alias ela foi a primeira mulher que usei – na minha visão – o termo musa por ela ser uma inspiração para mim como pessoa e, além disso, é uma mulher muito atraente.

A maioria das minhas musas são minhas amigas, muitas delas têm namorados. Mas isso não significa que elas não possam ser minhas musas, porque eu acredito na amizade entre homem e mulher sem segunda intensões. Cada uma das minhas musas é especial, são mulheres poderosas, lindas e tem atitude. As minhas musas tem o poder com a apenas com um olhar arrasar corações.

No caso das divas, gosto de dizer que mulheres como vinho, quando mais o tempo passa continuam com as qualidades de musas.

As minhas musas são ousadas, são sensuais sem serem vulgar, são mulheres que sabem se produzirem. A beleza delas é apenas um dos vários destaques que elas têm. Não é qualquer mulher que é minha musa, porque no mundo em que vivemos onde o apelo sexual é muito grande, vulgarizaram o significado de musa.

Mulheres como minhas musas ou divas merecerem ser homenageadas, veneradas e idolatradas não apenas no Dia Internacional da mulher, mas em cada momento que estamos ao lado delas.

Para mim homens que “pega todas” na balada não são dignos das minhas musas. 

Mesmo quando eu tiver uma namorada ela será a musa das musas, mas minhas amigas serão eternamente minhas inspirações. Antes de definir uma mulher como musa ou diva, procure em um dicionário ou no Google, o verdadeiro significado dessas palavras. São poucas mulheres que merecem esses títulos.


Esse texto é uma homenagem a todas minhas amigas, professoras e minhas parentas que com suas belezas me inspiram em algum momento de minha vida. Obrigado por existem em minha vida minhas musas e divas.

Nenhum comentário