Shangai SIPG



Shanghai SIPG Football Club (Chinês simplificado: 上海上港集团足球队; pronúncia: Shànghǎi Shànggǎng) é um clube de futebol de Xangai, na China.

Fundado em 2005 pelo ex-treinador da Seleção Chinesa Xu Genbao, Shanghai Dongya FC foi constituído, em sua maioria, por graduados da Genbao Football Base, uma academia de futebol fundada por Xu em 2000. O clube juntou-se à divisão inferior da liga de futebol chinês em 2006 e, até agora, venceu em 2007, a China League Two e em 2012 a China League One. Além disso, eles representavam Shanghai nos Jogos Nacionais da China de 2009 e ganharam a medalha de ouro do futebol masculino.

Shanghai Dongya também tem sua fama em grande parte por causa de seu sucesso no desenvolvimento da base. Na China, a equipe é por vezes apelidada de "Manchester United da China", por causa da bem conhecida ambição de Xu para criar o tal Manchester da China.

História

2005-2007

Em 16 de maio de 2000, o ex-treinador da Seleção Chinesa, Xu Genbao, funda a Genbao Football Base e matricula 96 garotos na academia, nascidos entre 1988 e 1991 (entre 8 e 12 anos na época), que deveriam ser treinados no recém-construído Arena Genbao Football Base.

Inicialmente, Genbao não tinha a intenção de criar um clube de futebol profissional. No entanto, a procura de garotos mais velhos para jogar pela Academia e a falta de concorrência no futebol juvenil da China fizeram Xu criar um clube de futebol, de modo que os seus comandados poderiam ganhar experiência como jogadores profissionais. No Natal de 2005, Shanghai Dongya Football Club foi fundado por Xu Genbao, em conjunto com a Xangai Dongya Sports and Culture Center Co. Ltd (Centro de Cultura e Esportes do Leste da Ásia), com Xu Genbao sendo o primeiro presidente do clube. Xu nomeia Claude Lowitz, um treinador de jovens franceses como o técnico da recém-fundada equipe.

Primeira temporada e primeiro título

Com jogadores jovens com idade entre 14 e 17 anos, o Shanghai Dongya participou de seu primeiro campeonato em 2006, a China League Two, a terceira divisão do Campeonato Chinês. A equipe mandou seus jogos no campo de treinamento Arena Genbao Football Base, em Chongming, Shanghai, e acabou terminando a sua primeira temporada em 7º lugar, com 14 pontos. Durante a campanha, os jogadores de Xu quebraram alguns recordes durante a temporada. Cao Yunding foi o mais jovem goleador do Campeonato Chinês (entre as divisões), com 16 anos e 242 dias, e Wu Lei o mais jovem jogador de futebol profissional chinês, com apenas 14 anos e 287 dias. No final de 2006, Claude Lowitz deixou o clube, e o ex-assistente-técnico, Jiang Bingyao foi efetivado. Com as lições aprendidas e experiências adquiridas com a sua temporada de debutante, o jovem Dongya ganhou o título da divisão em 2007 (apenas no seu segundo ano como clube profissional), ao bater o Sichuan FC na final, e, assim, ganhar a promoção para a China League One, a segunda divisão chinesa. A equipe fez 30 pontos na fase de grupos.

2008-2012

Apesar da promoção e do repentino sucesso, surgiram dúvidas quanto ao que iria acontecer com a equipe, especialmente tendo em vista o esforço anterior de Xu para criar um clube profissional, o Shanghai Cable 02 (precursor do Dongya). Em 2002, o Cable 02 acabou sendo vendido para o Shanghai Shenhua, devido a dificuldades financeiras. Em junho de 2007, o governo de Xangai veio em socorro de Xu com ajuda financeira, em troca Dongya representaria a Cidade de Shanghai nos Jogos Nacionais de 2009.

Com o clube em uma divisão superior, Shanghai Dongya mudou-se para os 30.000 lugares do Jinshan Sports Centre no distrito de Jinshan e terminou a China League One de 2008, em um respeitável 6º lugar com 28 pontos.

No verão de 2009, o Shanghai Dongya representou a Equipe de Futebol Masculina de Xangai nos Jogos Nacionais. Xu Genbao assumiu como técnico e levou a equipe ao ouro na categoria dos homens. Enquanto isso no campeonato, a equipe mudou de casa novamente, foi para o maior e mais confortável Estádio de Shanghai, com capacidade para 56 mil lugares para a disputa da China League One de 2009. A equipe do leste chinês terminou a temporada em 4º lugar, com 44 pontos e apenas perdeu a promoção, por uma única vitória, mas a posição foi muita comemorada especialmente pelo fato de o time ter atuado apenas com jogadores até os 20 anos de idade e de não contar com atletas estrangeiros em seu plantel.

A temporada de 2010 começou com o ex-jogador da Seleção Chinesa, Fan Zhiyi, recebendo o cargo de treinador da equipe, bem como a introdução de seus primeiros jogadores estrangeiros, o macedónio Nikola Karçev e o haitiano Fabrice Noël. Apesar das novas contratações, o clube não conseguiu melhorar os resultados da temporada anterior e terminou no mesmo 4º lugar, com 37 pontos. A perca da promoção e as dificuldades financeiras fizeram o clube perder as suas estrelas em ascensão.

Antes da temporada de 2011, cinco jogadores deixaram o clube: o capitão, Wang Jiayu, o jogador da Seleção Chinesa, Zhang Linpeng e os jogadores da Seleção Sub-23 Cao Yunding, Jiang Zhipeng e Gu Chao. Na temporada de 2011, Genbao promoveu vários jogadores do juvenil para a equipe principal, o Shanghai Dongya terminou o campeonato num amargo 9º lugar, com 32 pontos.

No início da temporada de 2012, o clube vendeu os seus name rights (direitos do nome) para um patrocinador, o Zobon Group que assinou um contrato de ¥ 30 milhões, o nome da equipe profissional foi alterado para Shanghai Tellace, enquanto o nome do clube, em si, permaneceu inalterado, como Shanghai Dongya FC. No fim da temporada, o Shanghai Tellace foi campeão da China League One com 59 pontos, e conquistou o tão sonhado acesso à primeira divisão, a Super Liga Chinesa.

2013-2014

Antes da temporada de 2013, o clube vendeu o nome da equipe principal novamente para o grupo chinês Shanghai International Porto Group (SIPG), sob um acordo de ¥ 40 milhões de patrocínio.

Em janeiro de 2013, outro clube de futebol com sede em Xangai, o Xangai Pudong Zobon FC, que tinha jogado em 2012 a China League Two (terceira divisão), foi dissolvida. A maioria de seus jogadores, nascidos entre 1993 e 1994, e que tinham se formado na Academia de Genbao, foram trazidos de volta e esses mesmos jogadores formaram o time reserva do Shanghai Dongya FC.

Na temporada de estreia na primeira divisão, o Manchester chinês terminou em um agradável 9º lugar, com 37 pontos ganhos.

Em 2014, a equipe terminou em 5º lugar com 48 pontos

2015-presente

Para a temporada 2015, a equipe anunciou a contratação do experiente técnico sueco Sven-Göran Eriksson, que além de ter sido o treinador da Seleção Inglesa na Copa do Mundo de 2002, tem no seu currículo passagens por Benfica, Roma, Sampdoria, Fiorentina, Lazio, Manchester City e pelas seleções do México e Costa do Marfim. O experiente comandante treinou a equipe do Guangzhou R&F na temporada anterior.

No dia 22 de janeiro de 2015, o clube anunciou a maior contratação de sua história, na época, a do meia argentino Dario Conca, ídolo do Fluminense e que já tinha defendido o compatriota Guangzhou Evergrande. O valor da contratação foi alto, cerca de € 3 milhões de euros (R$ 9,2 milhões). O salário do jogador foi acertado em um pouco mais de R$ 2 milhões mensais.

No dia 25 de fevereiro de 2015, o clube anunciou o atacante Yu Hai. O Dongya pagou € 5,6 milhões de euros (R$ 19,5 milhões) ao Guizhou Renhe pelo jogador, passando assim a ser a maior contratação do clube.

Em 7 de julho de 2015, o clube acertou com o renomado atacante ganês Asamoah Gyan, que estava no Al Ain, clube do Emirados Árabes Unidos. O valor da contratação foi de € 9 milhões de euros (R$ 38,2 milhões), tornando-se a maior da história do clube. O salário do jogador foi acertado em € 1,25 milhão euros (R$ 4,5 milhões) por mês, tornando-se o jogador mais bem pago da China e o 9º mais bem pago do mundo, superando craques bem mais badalados como Neymar (€ 1,22 milhão), do Barcelona e Gareth Bale (€ 1,1 milhão), do Real Madrid.

Após investir pesado na contratação de jogadores para a temporada 2015, o Shanghai fez uma temporada quase perfeita. O time comandado em campo pelo argentino Conca fez um excelente campeonato e terminou apenas com 3 derrotas. A equipe de Xangai perdeu o título apenas na última rodada. Os comandados de Eriksson precisavam ganhar o Liaoning Whowin em casa e torcer por um tropeço do Guangzhou Evergrande diante do Beijing Guoan fora. Apesar de fazer o seu dever de casa, o Dongya não alcançou o seu terceiro título em menos de 10 anos de vida, pois o Guangzhou bateu o Beijing Guoan e levou o título para casa. Apesar do vice-campeonato, a campanha foi muito comemorada pelos torcedores, diretoria, comissão técnica e os jogadores. Principalmente pelo fato do clube ter se classificado pela primeira vez para uma competição internacional (Liga dos Campeões da AFC de 2016).

Hulk foi contratado por altos € 55 milhões de euros, em junho de 2016. Chegou como a maior transferência do clube e, da China. Seu salário foi selado sendo o segundo mais alto do mundo, ao lado de Messi (Barcelona) e atrás, de Cristiano Ronaldo (Real Madrid).

Entre os jogadores do elenco, os destaques ficaram por conta de Darío Conca que comandou o meio campo do time e fez 9 gols e o jovem Wu Lei que fez gols decisivos e foi o artilheiro do time no campeonato com 14 gols. Na copa, o East Asia caiu nas quartas-de-final para o Shanghai Shenhua.

A média de público da temporada foi mais um motivo comemorado pelos dirigentes do clube, com uma média que não passava pouco mais de 12 mil pessoas, esse número deu um salto de 111,7% na temporada 2015, chegando a cerca de 30 mil torcedores por partida. Sendo a 5ª maior média do campeonato, superando seus rivais de Shanghai, o Shenhua e o Shenxin. Sendo assim, o clube alcançou o posto de maior torcida da cidade. No final de 2015, o clube assinou um acordo de patrocínio com a gigante automobilística SAIC Motors em um contrato de ¥ 150 milhões yuans (R$ 89 milhões) com duração de 1 ano.

Brasileiros

O primeiro brasileiro contratado pelo Dongya foi o veterano meia Davi que assinou com o clube em 2014 para atuar em 2015, após passar duas temporadas atuando pelo Guangzhou R&F.

No dia 21 de janeiro de 2016, o vice-campeão chinês anunciou o segundo brasileiro a vestir sua camisa. O maranhense Elkeson foi contratado por € 18,5 milhões de euros (R$ 83,2 milhões) junto ao Guangzhou Evergrande. A transferência foi a mais cara do futebol chinês. Elkeson era ídolo na equipe de Guangzhou e também o maior artilheiro da história do clube, até então. O atacante assinou por quatro temporadas com o Dongya.


Em 29 de junho do mesmo ano, o SIPG bateu mais um recorde de contratações, também com um brasileiro. O atacante Hulk, jogador da Seleção Brasileira, foi contratado junto ao Zenit por exorbitantes € 55 milhões de euros (R$ 207 milhões). Foi a maior contratação da história do futebol chinês (bateu o recorde da transferência de Alex Teixeira, do Shaktar Donetsk para o Jiangsu Suning por € 50 mi). O salário do jogador iria girar em torno de € 20 milhões (R$ 72 milhões) por ano, o segundo salário mais alto do mundo ao lado de Lionel Messi e superado apenas por Cristiano Ronaldo (€ 21 milhões).

Nenhum comentário