A nomenclatura das bandas de Rock ao longo do tempo


O que faz uma banda é o som, disso não há dúvidas. Mas outros componentes ajudam um grupo de Rock a se tornar famoso. A temática das letras, o visual, atitudes e até mesmo o próprio nome da banda, que muitas vezes nos dá pistas sobre o estilo do som e a época em que o grupo foi criado.

 A primeira geração do Rock foi marcada por nomes como Bill Halley & His Comets, ou seja, era composto pelo nome do cantor e em seguida o grupo.  Na sequência virou moda o “The alguma coisa”: The Beatles, The Who, The Rolling Stones são bons exemplos disso.
No início dos anos 70 a tendência era usar nomes com referências psicodélicas ou místicas em nome compostos como Black Sabbath, Led Zeppelin, Pink Floyd.

 Na década de 80, o Rock atingiu o grande público no Brasil e as bandas com nomes compostos como Capital Inicial, Legião Urbana e Plebe Rude influenciaram muita gente.
 A partir do final da década de 90, o sucesso da banda norte americana Blink-182 contribuiu para o surgimento de bandas usando números, SUM 41, CPM 22 e Nx Zero são algumas.
 Atualmente, principalmente nos EUA, a tendência é usar frases curtas:  As I Lay Dying, Bring Me The Horizon, The Devil Wears Prada.
 Já imaginaram se a moda pega por aqui?  Que tal bandas com nomes como:  Traga-me o Horizonte, do primeiro ao último e Eu, você e todos que nós conhecemos? 
Independente do nome ou da época em que a banda foi criada, o importante mesmo é que se mantenha viva a valorização e preservação da boa música.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.
UA-98132943-1