A visão dos brasileiros sobre a Copa do Mundo FIFA TM de Futebol no Brasil


Quando a Copa do Mundo começou a ser disputada em 1930 no Uruguai era um simples torneio de futebol e hoje 84 anos depois disputa com as Olimpíadas da era moderna o título de evento mais assistido do mundo. Depois da primeira copa; a cada quatro anos ela seria disputada em um novo lugar, sendo interrompida nos anos 1942 e 1946, por causa segunda guerra mundial e retornando a ser disputada no Brasil em 1950, onde nossa seleção perdeu a final no Maracanã para o Uruguai por 2 a 1 de virada, onde perdemos a chance de sermos campeões pela primeira vez.

Agora 64 anos depois a copa retorna ao Brasil que agora é pentacampeão do mundo e é considerado “o país do futebol” graças aos títulos nas copas de 1958 na Suécia, 1962 no Chile, 1970 no México, 1994 nos Estados Unidos e 2002 na Coreia do Sul e no Japão. O Brasil vem buscando o hexacampeonato mundial desde 2006, mas foi uma decepção e o mesmo aconteceu em 2010.

Quando o Brasil foi escolhido como sede da copa do mundo de 2014 no ano de 2007 o povo brasileiro apoiou a escolha do país para sediar o mundial, porém sete anos depois da escolha isso mudou em muito, a começar pelos atrasos nas obras dos estádios nas 12 cidades-sedes e principalmente o uso de dinheiro público nas construções e reformas dos estádios, onde até os estádios particulares (isso quer dizer os de clubes) também receberam dinheiro público como a Arena da Baixada em Curitiba, estádio do Atlético-PR e o Beira-Rio em Porto Alegre, estádio do Internacional, pois no plano inicial seriam os clubes que deveriam arcar com as despesas de reforma de seus estádios.

No evento teste que foi a Copa das Confederações que aconteceu no ano passado, o fato mais marcante não foi a brilhante campanha da seleção brasileira onde a torcida cantava a primeira parte do hino nacional até o fim e os jogadores cantavam junto, nem a vitória na final contra a atual campeã mundial a Espanha por 3 a 0, mas sim os protestos contra a copa no Brasil em todo o país, quando o povo pediu escolas, hospitais e segurança “padrão FIFA”, pois o dinheiro que foi gasto nos estádios poderia ser usado em reformas de escolas, construções de hospitais e melhorar os salários de médicos, professores e policiais.

Perguntei a três estudantes da 9ª fase de psicologia do Centro Universitário Unifacvest sobre vários assuntos sobre a copa do mundo, cada uma respondeu a uma pergunta, as estudantes que responderam as perguntas foram Itanise de Souza Itchtchuk de 22 anos de Vacaria, Raquel de Vargas Pereira de 21 anos também de Vacaria e Martina Citatin Arruda de 22 anos de Lages.

Mateus: Porque o brasileiro é contra a copa do mundo no seu país, em sua opinião?

Raquel: “O brasileiro tem uma má visão do país”.

Mateus: Porque mudou de opinião sobre a escolha do Brasil para sede da copa de 2014?

Itanise: “Acredito que quando o Brasil foi escolhido todos apoiaram a Copa, mas o país nunca teve tão bem em desenvolvimento social e a África do Sul que sediou a última copa é um dos países com menos recursos que o Brasil e fez uma belíssima Copa”.

Mateus: Em sua opinião porque Florianópolis não foi escolhido como cidade-sede da copa e qual o lado negativo da copa?

Martina: “Florianópolis não tinha condições de ser sede da copa por causa de sua infraestrutura, sou contra o Brasil parar os serviços públicos principalmente nos jogos da seleção brasileira”.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.
UA-98132943-1