Clonagem de cartão de crédito


Informações sigilosas do cartão de crédito podem ser copiadas a partir de aparelhos instalados ilegalmente em terminais eletrônicos. Os aparelhos embutidos nos caixas eletrônicos são capazes de ler e copiar as informações da faixa magnética do cartão para uso arbitrário sem autorização do dono do cartão original e do banco. Esse processo é conhecido como “clonagem de cartão de crédito”.

Diferente do roubo ou da perda do cartão de crédito, a clonagem de cartão de crédito dificulta descobrir a situação rapidamente pelo proprietário do cartão. Na maioria dos casos, o fato somente é descoberto pelo consumidor depois que compras desconhecidas aparecem na fatura do cartão.

A instituição bancária e a administradora do cartão de crédito são obrigadas a investigar e a conceder todas as informações do ocorrido para o cliente. Porém, ao perceber que o cartão foi clonado, perdido ou roubado, o proprietário do cartão deve comunicar o caso imediatamente ao banco e registrar boletim de ocorrência na polícia.

Tecnicamente, a clonagem é praticada por haver falhas no serviço da operadora do cartão, sendo a mesma responsabilizada por qualquer dano ou perda causado ao cliente. Havendo possibilidade de ressarcimento dos valores desviados e gastos pelo cartão clonado. O ressarcimento deve ser pago pela administradora do cartão.

A mesma regra também vale para utilização de dados bancários utilizados em compras online. Caso o consumidor receba uma fatura com cobranças de comprar que ele não realizou, o erro deve ser comunicado imediatamente para a administradora do cartão de crédito.

Sobre a clonagem de cartões de crédito realizada ilegalmente por meio de aparelhos nos caixas eletrônicos, na Romênia, Valentin Boanta, um hacker que foi preso depois de criar equipamentos para clonagem de cartões, condenado a cinco anos de prisão. Na prisão, demonstrou arrependimento e começou a desenvolver um dispositivo para bloquear a clonagem de qualquer tipo de cartão e impedir a ação de bandidos. O nome do equipamento que bloqueia a cópia dos cartões é SRS (Secure Revolving System), podendo ser instalado em qualquer terminal bancário.

No uso diário de seu cartão, evite assinar no verso do cartão, não exponha seus dados confidenciais em qualquer site de compras ou em computadores públicos, proteja e anote o código de segurança inscrito no verso do cartão. Utilize cartão com chip, tecnicamente, é mais seguro contra procedimentos de clonagem.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.
UA-98132943-1