Diferenças entre tecnólogo, bacharelado e licenciatura.


Quando chega ao fim do ensino médio, o estudante enfrenta um dilema: qual tipo de curso fazer? Como se não bastasse toda a indecisão para escolher a área a ser seguido, hoje em dia o candidato se vê diante de diversos formatos de curso. Existem hoje cursos de bacharelado, licenciatura e cursos tecnológicos, e cada um dos formatos oferece características diferentes. Ao optar, o candidato deve observar o que mais lhe agrada e também seu posicionamento diante da área escolhida.

Cursos Tecnológicos

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, os cursos tecnológicos (tecnólogo) valem sim como curso superior, e se diferem dos técnicos. Para ingressar num curso deste tipo, é necessário ter concluído o ensino médio. Mas apesar de ser um curso superior, ele tem uma duração menor que os cursos de bacharelado e licenciatura, entre 2 e 3 anos.

Isso acontece porque os cursos tecnológicos apresentam uma abordagem mais focada da área escolhida, evitando todo o estudo superficial que ocorre no bacharelado.

Esse tipo de curso é mais indicado para quem já tem certeza de que trabalho deseja exercer dentro da área. Por exemplo, se você quer trabalhar na área de meio-ambiente com foco em tratamento de resíduos sólidos, melhor fazer um curso de gestão ambiental do que partir para um bacharelado em biologia. Os cursos tecnológicos também são interessantes para quem já trabalha em uma determinada área e deseja obter uma formação, porém tem pouco tempo. No entanto, se você ainda não decidiu que área seguir dentro da profissão escolhida, melhor optar pelos cursos tradicionais.

Bacharelado

O bacharelado é a formação superior tradicional, com duração que varia entre 4 e 6 anos. O bacharel estuda um pouco sobre tudo dentro da área escolhida, conferindo um conhecimento superficial sobre todos os assuntos. Enquanto o tecnólogo se forma apto para atuar em apenas uma área específica, o bacharel pode atuar em diversas áreas após o término do curso, contando com pós-graduações para se especializar na área desejada.

Esse tipo de curso é ideal para jovens que ainda não conhecem o mercado de trabalho, ou que ainda têm dúvidas de que tipo de função exercer. O bacharelado oferece a possibilidade de ter contato com inúmeras áreas de atuação da profissão, e por ter um tempo de duração mais longo, não exige que o aluno decida qual área seguir sob pressão. Além do bacharelado, há também cursos de licenciatura, que seguem basicamente a mesma linha, no entanto formam profissionais diferentes.

Licenciatura

Os cursos de licenciatura têm a mesma duração dos de bacharelado, e conferem boa parte do currículo do bacharel. No entanto, os profissionais formados nestes tipos de curso são aptos a ministrarem aulas na educação básica (ensino fundamental e médio). A diferença curricular entre o bacharelado e a licenciatura é a presença de matérias de cunho pedagógico nos cursos do segundo tipo. É importante destacar que bacharéis não podem ministrar aulas na educação básica. O aluno formado em licenciatura pode mudar a área de atuação com pós-graduações, e tornar-se pesquisador ou começar a atuar na área técnica do curso.

Se você ainda não tem certeza do tipo de curso que deseja fazer, converse com estudantes de cada um deles, visite instituições e pesquise na internet. Em todos os casos há prós e contras, o importante é optar por aquele que melhor atende às suas expectativas como futuro profissional. Boa sorte!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.
UA-98132943-1