Jornalismo Esportivo

Atuação jornalística na cobertura de eventos esportivos, preparativos desses eventos, atletas, clubes ,mercado esportivo e atividades físicas. Apesar da preferência pessoal por determinado time e atleta, o jornalista esportivo deve ser imparcial e objetivo em suas pautas.




Os grandes eventos que exigem trabalhosa cobertura e patrocínios são os Jogos Olímpicos, a Copa do Mundo, Mundial de Fórmula 1, campeonatos nacionais e regionais, por exemplo. O jornalista dessa área também deve demonstrar competência para a análise de partidas e atletas.



Também acompanha as ações institucionais e mercadológica de patrocinadores, comitês, confederações esportivas, diretoria de clubes e do Ministério do Esporte.



Nos noticiários brasileiros predomina a cobertura do futebol, seguida pelo automobilismo e esportes de quadra como o vôlei, o futsal e o basquete. Na imprensa norte-americana predominam esportes como o baseball, basquete e futebol americano.



Os esportes olímpicos no Brasil, só recebem maior atenção dos noticiários e das empresas em épocas de Olimpíadas, já se tornou um costume um campeão olímpico brasileiro receber medalhas e apoios após os jogos e , em curto espaço de tempo, sofrer pela falta de patrocínio e de mídia que o mantenha em contínuas condições de preparo.

Em breve serei mais um jornalista, pois fui aprovado na Univesc em Lages/SC e talvez no fim de 2011 poderei ir para PUC-RS ou UFRGS.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.
UA-98132943-1