Major League Soccer



Nova logo da Major League Soccer
O que é MLS – Major League Soccer

 

A Major League Soccer (MLS) é o principal campeonato de futebol dos Estados Unidos e do Canadá, que ajuda a promover este desporto em ditos países. É a primeira divisão profissional da United States Soccer Federation (USSF ou U.S. Soccer) e da Canadian Soccer Association, membro da Fédération Internationale de Football Association (FIFA).

 

A qualidade do jogo nos EUA melhorou desde que a liga foi fundada em 1996 resultando no sucesso da equipe nacional na Copa do Mundo de 2002 da FIFA, alcançando as quartas de finais pela primeira vez desde 1930. Muitos dos membros da seleção nessa Copa do mundo eram jogadores atuais ou anteriores da MLS.

 

História

 

Desde 1984 com o final da NASL (North America Soccer League) os Estados Unidos não tinham uma liga profissional de futebol reconhecida pela FIFA, até que em 17 de dezembro de 1993, cumprindo uma promessa da US Soccer se a Copa do Mundo de 1994 fosse nos Estados Unidos, era novamente fundada uma liga de futebol profissional nos Estados Unidos, a Major League Soccer. A liga começou em 1996 com dez equipes e teve bom público durante a primeira temporada, mas depois o número de espectadores diminuiu, ainda que tivesse se estabilizado nos últimos anos.


As primeiras equipes

 
As equipes originais eram divididas em dois grupos:


Conferência Leste:

 Columbus Crew

 DC United

 New England Revolution

 NY Red Bulls¹

Tampa Bay Mutiny

 

Conferência Oeste:

 Colorado Rapids

 FC Dallas

 Kansas City Wizards

 Los Angeles Galaxy

 San José Clash²

 ¹ Fundado como New York/New Jersey Metrostars ² Fundado como San Jose Clash

Futebol nos EUA

O futebol é a mais nova febre esportiva dos Estados Unidos, quebrando sucessivos recordes de audiência todos os anos. Durante a Copa do Mundo da FIFA de 2014, o Orlando City vendeu 7,5 mil boletos de ingressos para toda a temporada 2015 em apenas um mês. A MLS já é uma das seis maiores ligas de futebol do mundo em média de público - 18,6 mil pessoas -, à frente, inclusive, do Campeonato Brasileiro.

 

Expansão e mudanças

A liga se ampliava a 12 equipes em 1998, ao ser adicionado o Chicago Fire à conferência Oeste e o Miami Fusion à conferência Leste. O San Jose Clash passou a se chamar San José Earthquakes. Em 2000, a liga se reorganizou em conferências Leste, Central e Oeste; Chicago, Tampa Bay, Dallas e Columbus foram movidos à nova conferência central. Na temporada de 2001, as duas equipes da Flórida (Miami Fusion e Tampa Bay Mutiny) foram dissolvidas e a liga voltou a ser de dez equipes divididas em duas conferências, como era antes, mas com o Chicago Fire na conferência Leste.

 

Na temporada de 2004, a liga se ampliou outra vez, acrescentando o Real Salt Lake, de Salt Lake City, e o Chivas USA, que compartilha o estádio Home Depot Center com o Los Angeles Galaxy. As duas equipes novas foram colocadas na Conferencia Oeste, movendo Kansas City para o Leste. Em 2005, o San José Earthquakes se mudou para Houston e renomeado para Houston Dynamo. Mas outra franquia com o mesmo nome compartilhando a história dos Earthquakes foi instaurada na temporada de 2008.

 

Em 9 de março de 2006, a multinacional de bebidas energéticas Red Bull comprou o MetroStars e rebatizou-o Red Bull New York. Além da equipe de Nova Iorque tem a Red Bull possui quatro equipes: uma na Áustria, o Red Bull Salzburg, mais recentemente criou outro clube, na cidade de Campinas-SP, que se chama Red Bull Brasil, que disputará o a primeira divisão do campeonato paulista em 2015, na Alemanha com o nome de RB Leipzig; já que é proibido clubes com nomes de empresas na Alemanha; e em Gana o Red Bull Ghana.

 

Na temporada de 2007, uma nova ampliação. Pela primeira vez uma equipe do Canadá participa da liga: o Toronto FC. Eventualmente todas as três maiores cidades canadenses conseguiram times, com o Vancouver Whitecaps em 2011 e o Montreal Impact no ano seguinte.

 

A expansão estadunidense garantiu franquias à Seattle – Seattle Sounders FC, fundado em 2009 após absorver a equipe e elenco de uma equipe homônima da NSL -, Filadélfia – Philadelphia Union, 2010 e Portland – Portland Timbers, 2011.

 

Foi confirmada a criação do New York City Football Club, pelo grupo City Football Group, que como matriz a Abu Dhabi United Group, que é também é dono do Manchester City da Inglaterra, Melbourne City da Austrália e investe no Yokohama Marinos do Japão. A equipe pretende estrear na liga em 2015 que terá o atacante espanhol David Villa, que foi campeão com a Espanha na Copa do Mundo de 2010 e a partir de julho o meio-campista inglês Frank Lampard que está atualmente emprestado ao Manchester City.

Ao contrário do Red Bulls, que joga em Nova Jersey, o novo time realmente teria partidas em Nova York. Há planos para construir um estádio em Flushing Meadows-Corona Park ou no Bronx, mas enquanto o impasse não é resolvido o New York F.C. usaria o estádio de beisebol Yankee Stadium.

Em 19 de novembro de 2013, foi confimada a entrada do Orlando City Soccer Club, até então da USL PRO, na MLS a partir de 2015. Enquanto um estádio próprio para futebol em Orlando não for terminado, o time jogará no Citrus Bowl.

O proprietário do Orlando City e o empresário brasileiro Flávio Augusto da Silva, vendeu sua rede de escolas de inglês para investir no futebol comprando o Orlando City. A grande contratação da equipe para a disputa da MLS foi o meio-campista Kaká, campeão do mundo com a Seleção Brasileira em 2002 e também eleito o melhor jogador do mundo pela FIFIA em 2007.

 

Atlanta e Miami também tem equipes planejando sua entrada assim que tiverem estádios. A equipe de Atlanta já tem sua estreia marcada para 2017, quando inaugurar sua arena (compartilhada com sua equipe-irmã da NFL Atlanta Falcons).

Já o clube da Flórida vê problemas para achar uma área viável em Miami, o ex-jogador inglês David Beckham é o idealizador do projeto de criar uma franquia para criar de um clube em Miami e a entrada dessa equipe na MLS depende da aprovação do estádio. Outra equipe que fará parte da MLS em 2017 é o Los Angeles Football Club, porém MLS teve uma baixa, extinção do Chivas USA, filial do clube mexicano Chivas Guadalajara nos Estados Unidos no final de 2014.

Equipes que disputaram a MLS em 2015:
Escudos das 20 equipes da edição 2015 da Major League Soccer
 

Confêrencia Leste:

Chicago Fire

Columbus Crew SC

D.C. United

Montreal Impact

NE Revolution

New York City FC

New York Red Bulls

Orlando City SC

Philadelphia Union

Toronto FC

 

Conferência Oeste:

Colorado Rapids

FC Dallas

Houston Dynamo

LA Galaxy

Portland Timbers

Real Salt Lake

SJ Earthquakes

Seattle Sounders FC

Sporting Kansas City

Vancouver Whitecaps

 

A temporada da Major League Soccer se estende de março a dezembro

Curiosidades

Todos as equipes que disputam a MLS têm a mesma fornecedora de material esportivo, a alemã Adidas, que também é patrocinadora da liga.

O Cosmos, time que Pelé jogou nos anos 70, joga atualmente NASL (North America Soccer League), que foi recriada em 2011, é considerada a 2ª divisão dos Estados Unidos e Canadá.

Nos Estados Unidos não existe sistema de rebaixamento como a maioria dos campeonatos nacionais.

Recentemente o ex-jogador Ronaldo Fenômeno e mais um grupo de empresários brasileiros compraram o Fort Lauderdale Strikers, time do estado da Flórida, que também disputa a NASL.
Além da MLS (1ª divisão), da NASL (2ª divisão), nos Estados Unidos também tem a USL PRO que é considerada a 3ª divisão do país.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.
UA-98132943-1