Mesut Özil


Mesut Özil (Gelsenkirchen, 15 de outubro de 1988) é um futebolista alemão de origem turca que atua como meia. Atualmente, defende o Arsenal e a Seleção Alemã.

Mesut Özil começou a jogar pela seleções de base da Alemanha em 2006, mas foi em 2009 que ele estreou na equipe principal. Conquistou atenção internacional durante a Copa do Mundo de 2010, aonde chegou a ser indicado ao prêmio Bola de Ouro do torneio, que é atribuído ao melhor jogador da Copa do Mundo da FIFA. Após o seu desempenho extraordinário na Copa do Mundo FIFA de 2010, Özil ganhou o prêmio Silberne Lorbeerblatt que é entregue ao melhor esportista alemão do ano, depois da Copa do Mundo FIFA de 2010 foi transferido do Werder Bremen para o Real Madrid no dia 17 de agosto de 2010. Após assinar com o Real Madrid por seis temporadas, Özil passou a ter uma milionária cláusula de rescisão no valor de 250 milhões de euros.

Özil começou a jogar em vários times de Gelsenkirchen e em 2005 mudou-se para o time juvenil do Schalke 04 onde conquistou seu primeiro título, depois de passar pelo time juvenil ele foi promovido para o time principal, mais tarde Özil acabou se desentendendo com a diretoria do Schalke 04 e mudou-se para o Werder Bremen onde conquistou apenas um título e se tornou um dos principais jogadores do Werder Bremen. Após a Copa do Mundo FIFA de 2010 se tornou destaque internacional e acabou sendo contratado pelo Real Madrid onde se tornou um dos principais jogadores merengues.

Carreira

Início

Passou por vários clubes como DJK Westphalia 04, Schalke-Nord, Teutonia DJK e DJK Falke todos de Gelsenkirchen durante sua infância, e aos 12 anos de idade chegou ao Rot-Weiss Essen onde ficou 5 anos.

Schalke 04

Em 2005, mudou-se para o time juvenil do Schalke 04, onde conquistou o Campeonato Alemão júnior em 2006, logo depois da conquista ele chamou a atenção do time principal. Depois de passar pelo time juvenil ele foi promovido para o time principal, após iniciar um jogo como meia ofensivo no lugar do suspenso Lincoln em jogos válidos pela Bundesliga contra Bayer Leverkusen e Bayern de Munique nessas duas partidas Özil encantou os torcedores e a midía que o levou a chegar à equipe principal onde ele se destacou, ele foi descrito pelo clube como "a nossa grande revelaçao". Pelo Schalke 04, Özil jogou 19 partidas na Bundesliga, e na Liga dos Campeões da UEFA, Özil jogou quatro partidas pelo Schalke 04, Özil marcou seu primeiro gol pelo Schalke 04 na Copa da Alemanha, depois de sua segunda temporada pelo Schalke 04 Özil acabou se desentendendo com a diretoria do clube e transferiu-se para o Werder Bremen, em janeiro de 2008, Özil teve um total de 37 jogos, 1 gol e 5 assistências jogando pelo Schalke 04.

Werder Bremen

Em 31 de janeiro de 2008, Özil mudou-se para o Werder Bremen por cerca de 4,3 milhões de euros, assinando um contrato com o clube alemão até 30 de junho de 2011. No Werder Bremen ele encontrou sou ex-companheiro de equipe Sebastian Boenisch. No começo ele concorria com Diego para ser titular, Özil começou a jogar suas partidas com grandes exibições e até marco o seu primeiro gol de sua carreira na Bundesliga. Depois de mostrar grandes exibições ele formou uma dupla com o brasileiro, depois de algumas rodadas da Bundesliga, Özil teve que enfrentar seu ex-clube o Schalke 04 nesta partida ele também teve uma grande atuação. Na sua primeira temporada em seu novo clube Özil entrou no lugar do brasileiro Diego em uma vitória por 1-0 sobre o Bayer Leverkusen, pela Copa da Alemanha, em Berlim.

Mesut Özil também se destacou nos torneios continentais, fixando-se como o grande nome do Werder Bremen na campanha até a final da Copa da UEFA (atual Liga Europa). Na final, os alemães terminaram derrotados pelo Shakhtar Donetsk. Apesar do Werder Bremen não ter obtido o mesmo êxito na Bundesliga daquela temporada, acabando por terminar em um decepcionante décimo lugar, Özil conseguiu fazer um impacto significativo na maioria dos jogos e terminou com três gols e 12 assistências no campeonato. Em sua segunda temporada completa em Bremen, ajudou o Werder Bremen a terminar num terceiro lugar, sendo o autor 9 gols e novamente 12 assistências, depois de se tornar um dos melhores jogadores do Werder Bremen e da Seleção Alemã, Özil transferiu-se para o Real Madrid. No total, Mesut Özil participou de 106 jogos pelo Werder Bremen, marcou 15 gols e deu 43 assistências. Neste clube ele ganhou dois prêmios de melhor jogador da Bundesliga do mês e também participou duas vezes da seleção da Bundesliga, na temporada de 2008/2009 ele foi eleito o melhor jogador da metade da Bundesliga.

Real Madrid

2010–11

Mesut Özil agora era destaque internacional, e após uma excelente Copa do Mundo de 2010 com a Seleção Alemã, ele garantiu seu lugar entre os jovens talentos mais prestigiados do futebol europeu. Em 17 de agosto de 2010 o Sportverein Werder Bremen negociou a transferência de Özil com o Real Madrid que estava carente de um bom meia desde a lesão do brasileiro Kaká, anunciando que tinha chegado a um acordo com o clube merengue sem revelar a taxa de transferência. Após assinar com o Real Madrid por seis temporadas, o clube merengue colocou uma cláusula milionária de 250 milhões de euros.

Estreou apenas cinco dias depois, em 22 de agosto, num amistoso contra o Hércules, vencido pelo Real Madrid por 3-1. Os números da camiseta de Özil, foram alteradas muitas vezes antes do início da temporada, foi-lhe dado o número 26 na pré-temporada e o número 19 para a sua estreia. Mas após a transferência de Rafael van der Vaart para o Tottenham Hotspur, foi dado a Özil o número 23. Poucos dias depois, fez sua estreia na La Liga, substituindo Ángel di María, aos 62 minutos contra o Mallorca, partida que terminou em 0-0. Pela Champions League, estreou no dia 15 de setembro, ajudando num dos gols contra o Ajax, com sua primeira assistência, após cruzar a bola, resultando num gol de Gonzalo Higuaín. Neste jogo, Özil teve uma atuação destacável, sendo elogiado pela mídia, fãs e jogadores:

É um daqueles jogadores especiais que encontras muito de vez em quando. Tem o dom do toque em espaços curtos que o torna num jogador especial.

Xabi Alonso elogiando Mesut Özil.

2011–12

Com a carência da equipe no setor, Özil rapidamente firmou-se entre os titulares, arrancando aplausos em seus dois primeiros jogos como titular no Santiago Bernabéu, casa do Real Madrid. Seu primeiro gol veio em um jogo contra o Deportivo La Coruña, em 3 de outubro de 2010, na expressiva vitória por 6-1 do clube merengue. O primeiro gol de Özil na Liga dos Campeões da UEFA pelo Real Madrid saiu aos 14 minutos do primeiro tempo no jogo contra o Milan, em 19 de outubro. Em 22 de dezembro, ele fez sua estréia na Copa Del Rey, marcando uma vez na vitória de 8-0 sobre o Levante tendo uma atuação excepcional. Ele marcou dois outros gols em jogos pela La Liga, um contra o Racing Santander e outro numa cobrança de falta, que bateu o goleiro David De Gea, do Atlético de Madrid. Em 6 de março de 2011, depois de fornecer duas assistências na vitória por 3-1 sobre o Racing Santander, Özil foi muito elogiado pela mídia e fãs graças ao seu desempenho em campo, Guti ex-jogador do Real Madrid elogiou Özil depois da vitória sobre o Racing dizendo que Özil é o verdadeiro craque do Real Madrid, consolidando assim a sua temporada 2010-2011. Ele terminou sua temporada 2010-11 com 25 assistências, o mais elevado para qualquer jogador em qualquer competição europeia principal nessa temporada.

Mesut tem uma mentalidade muito alemã em relação à disciplina, respeito, sua vontade de aprender e o jeito que ele e outros jogadores trabalham juntos, por outro lado, da parte turca de sua mentalidade, um pouco de criatividade, dinamismo e técnica.

José Mourinho elogiando a mistura turco alemão de Mesut Özil.

Na temporada 2011-12 Mesut Özil se tornou o número 10 devido às suas grandes atuações da temporada passada. José Mourinho colocou Özil como seu principal organizador de jogo. No primeiro jogo da final da Super Copa da Espanha em 14 de agosto de 2011 Özil fez seu primeiro gol contra o Barcelona, mas na segunda partida entre ambas as equipes, Özil foi expulso no último minuto do segundo tempo, após uma briga com David Villa. Özil fez seu primeiro gol nesta temporada na Liga dos Campeões da UEFA na partida contra o Dínamo Zagreb na vitória por 6 a 2. E pela La Liga.

2012–13

Nesta temporada Özil expressou seu desejo de terminar sua carreira pelo o Real Madrid na entrevista à revista alemã Kicker, dizendo: "Eu gostaria de encerrar minha carreira no Real Madrid. Eu sei que vai ser difícil porque eu tenho muitos mais anos pela frente e muitos jogadores jovens e bons estão surgindo, mas eu quero ser parte desse futuro. Eu sei que eu sou capaz e eu estou convencido de que eu vou ficar no Real Madrid por muitos anos”. No dia 3 de janeiro, Özil foi eleito o 4° melhor meia de criação do mundo pelo IFFHS.

Arsenal

Restando algumas horas para o fim da janela de transferência, em 2 de setembro de 2013, o Arsenal confirmou oficialmente a contratação de Özil, por um valor recorde do clube. O custo da transação e o prazo do contrato não foram revelados. Ele utilizará o uniforme número 11.

Diante do Napoli, Özil marcou seu primeiro gol pelos Gunners na vitória por 2 a 0, em partida válida pela Liga dos Campeões.

Seleção alemã

Seleções de base

Özil foi relativamente tarde para a equipe nacional júnior. Em setembro de 2006, ele foi chamado para a seleção alemã de futebol Sub-19 comandada pelo o treinador Frank Engel. Fez sua estreia internacional, e em seguida, em 5 de setembro de 2006 em uma vitória fora de casa por 1-0 sobre a Seleção Austríaca. Em 21 de março de 2007 ele marcou seu gol na vitória por 2-0 sobre a Geórgia, seu primeiro gol internacional. Özil também pertencia ao time alemão no Campeonato Europeu Sub-19 na Áustria em 2007. Lá ele marcou nos dois primeiros jogos do grupo contra as seleções da Rússia e da França. Özil fez um total de 11 partidas e 4 gols pela seleção alemã sub-19. Com 18 anos Mesut foi chamado em setembro de 2007 pelo ex-treinador da Seleção Alemã de Futebol sub-21 Dieter Eilts pela equipe sub-21. Mesut em seguida, conseguiu em seu jogo de estreia uma vitória fora de casa por 3-0 sobre a Seleção Norte-Irlandesa em 7 de setembro de 2007.

Seu maior sucesso até agora pela seleção alemã foi à conquista do Campeonato Europeu de Futebol Sub-21 em 2009 na Suécia, comandada por Horst Hrubesch. Nas finais Özil foi fundamental para a vitória por 4-0 da Alemanha contra a Inglaterra. Özil marcou 2 gols na final contra os ingleses e foi eleito o melhor jogador do jogo.

Seleção principal

Após tornar-se destaque no Sub-21, Özil recebeu sua primeira convocação para a Seleção Alemã principal em fevereiro de 2009, debutando num amistoso contra a Noruega. Depois de sair bem em amistosos pela Seleção Alemã, Özil foi chamado para as Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2010 - Europa (Grupo 4). Rapidamente tornou-se uma das principais peças da nova geração de jogadores da Alemanha.

Em 2 de setembro de 2011, coroou a boa fase com dois gols frente à Áustria, em partida válida pelas eliminatórias da Euro 2012, resultado que garantiu a Alemanha na Eurocopa. Nas eliminatórias da Euro 2012, Özil fez 5 cinco gols e deu 7 assistências.

Copa do Mundo de 2010

Özil foi titular da Seleção Alemã na Copa do Mundo na África do Sul. Marcou seu primeiro e único gol na vitória da Alemanha contra Gana na fase final de grupo. Chegou a ser indicado ao FIFA Ballon d'Or de 2010.

Euro 2012

Özil foi um dos principais jogadores da Alemanha na qualificação para a Euro 2012. Com exceção das anfitriãs Polônia e Ucrânia, a Alemanha foi à primeira seleção a garantir sua vaga no torneio, e Mesut marcou cinco vezes durante a campanha alemã, que venceu todos os seus 10 jogos das eliminatórias, fato inédito em toda a história. Forneceu sete assistências, mais do que qualquer jogador durante a qualificação para a Euro. Marcou o seu único gol na semi-final da Eurocopa contra a Itália na derrota por 2 a 1. Terminou a campanha na semi-final após vencer todos os jogos na fase de grupos contra Portugal, Dinamarca e Holanda.

Copa do Mundo de 2014

Foi titular em toda a campanha da seleção alemã na Copa do Mundo de 2014, sagrando-se tetracampeão mundial. Marcou um gol contra a Argélia nas pelas oitavas-de-final.

Filantropia

Özil doou mais de US$ 400 mil do prêmio que recebeu por ter conquistado com o time alemão a Copa do Mundo FIFA de 2014 para 23 crianças brasileiras que precisavam de cirúrgia. Ele já havia pagado a cirúrgia de 11 crianças brasileiras, mas elevou o número para 23 crianças.

Vida pessoal

Özil é da terceira geração turco-alemão, e em referência ao seu estilo de jogo Özil disse: "Minha técnica e sentimento pelo futebol é do lado turco. E em relação à disciplina, atitude e sempre dar-seu-tudo é da parte alemã“. Seus antepassados ​​são Devrek, Zonguldak do norte da Turquia. Ele é um muçulmano praticante. Ele recita o Alcorão antes e depois de suas partidas. Na entrevista com o diário Der Tagesspiegel de Berlim, Özil disse: "Eu sempre faço isso antes das partidas acabarem. Eu oro e meus companheiros sabem que não pode falar comigo durante esse breve período". Em 2010, Özil recebeu o Prêmio Bambi por ser um exemplo de integração na sociedade alemã.

Estatísticas

Clubes

Atualizado até 21 de maio de 2014

Clube
Temporada
Liga
Copa
Total
Jogos
Gols
Jogos
Gols
Jogos
Gols
Jogos
Gols
2006–07
19
0
1
0
1
0
21
0
2007–08
11
0
1
1
4
0
16
1
Total
30
0
2
1
5
0
37
1
2007–08
12
1
0
0
2
0
14
1
2008–09
28
3
5
2
14
0
47
5
31
9
5
0
8
0
44
9
0
0
1
0
0
0
1
0
Total
71
13
11
2
22
0
104
15
2010–11
36
6
6
3
11
1
68
10
35
4
5
0
10
2
50
6
32
9
8
0
10
1
50
10
2
0
0
0
0
0
2
0
Total
105
19
19
3
31
4
155
26
26
5
5
1
9
1
40
7
Total
26
5
5
1
9
1
40
7
Total na carreira
232
37
37
7
68
5
334
49

Gols marcados pela Seleção alemã

Gol(s)
Data
Local
Adversário
Placar
Resultado
Competição
1.
5 de setembro de 2009
2–0
2–0
2.
23 de junho de 2010
1–0
1–0
3.
8 de outubro de 2010
Berlim, Alemanha
2–0
3–0
4.
7 de junho de 2011
0–1
1–3
Eliminatórias da Eurocopa 2012
5.
2 de setembro de 2011
Gelsenkirchen, Alemanha
2–0
6–2
Eliminatórias da Eurocopa 2012
6.
2 de setembro de 2011
Gelsenkirchen, Alemanha
4–1
6–2
Eliminatórias da Eurocopa 2012
7.
11 de outubro de 2011
Düsseldorf, Alemanha
1–0
3–1
Eliminatórias da Eurocopa 2012
8.
15 de novembro de 2011
Hamburgo, Alemanha
3–0
3–0
Amistoso
9.
28 de junho de 2012
1–2
1–2
10.
7 de setembro de 2012
Hanôver, Alemanha
2–0
3–0
11.
7 de setembro de 2012
Hanôver, Alemanha
3–0
3–0
Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014 - Europa (Grupo C)
12.
11 de setembro de 2012
2–0
2–1
Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014 - Europa (Grupo C)
13.
12 de outubro de 2012
3–1
6–1
Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014 - Europa (Grupo C)
14.
16 de outubro de 2012
Berlim, Alemanha
4–0
4–4
Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014 - Europa (Grupo C)
15.
10 de setembro de 2013
2–0
3–0
Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014 - Europa (Grupo C)
16.
11 de outubro de 2013
Colônia, Alemanha
3–0
3–0
Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014 - Europa (Grupo C)
17.
15 de outubro de 2013
1–2
5–3
Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014 - Europa (Grupo C)
18.
30 de junho de 2014
2–0
2–1

Títulos

Schalke 04


Werder Bremen


Real Madrid


Arsenal


Seleção Alemã


Prêmios individuais

  • Campeonato Europeu de Futebol Sub-21 Man of The Match: 2009 entre Alemanha VS Inglaterra
  • Jogador do Mês da Bundesliga: setembro de 2008 e novembro de 2009
  • Melhor jogador da metade da Bundesliga: 2008-2009
  • Seleção da Bundesliga de 2009 e 2010
  • Jogador com mais assistências na Copa do Mundo de 2010: 3 assistências (compartilhado com Thomas Müller, Bastian Schweinsteiger, Kaká & Dirk Kuyt).
  • Terceiro gol mais bonito da Copa do Mundo de 2010
  • Silberne Lorbeerblatt: 2010 (Prêmio entregue ao melhor esportista alemão do ano)
  • Bambi (prêmio): 2010 na categoria “Integração”
  • 11° Melhor Jogador do Mundo pela FIFA em 2010
  • Jogador com mais assistências na La Liga na temporada de 2010-2011: 17 assistências (compartilhado com Lionel Messi)
  • Jogador com mais assistências em todas as competições na temporada de 2010-2011: 26 assistências
  • Décimo melhor jogador do mundo pela revista "four four two" em 2011
  • Quarto melhor criador de jogadas do mundo pelo IFFHS em 2011
  • Futebolista Alemão do Ano atuando Fora da Alemanha: 2011
  • Equipe da Euro: 2012
  • Time do Ano da UEFA: 2012 2013

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.
UA-98132943-1