Tour pelo Mundo - Japão

1- Após o fim do primeiro turno aqui no Japão minha equipe no Brasfoot, FC Tokio, conseguiu a 3ª colocação. Algumas contratações foram feitas e renderam, caso de Giuliano e Michael (JEF United). Não tenho um artilheiro nato em meu time, mas montamos um belo conjunto e as alterações ao longo da partida vêm fazendo efeito. Estamos a 5 pts. do líder e temos totais chances de título. Veja a seguir os melhores Brasileiros da J-League


Edmilson – França – Fellyppe G. – Giuliano – Michael – Bruno Quadros – Gilton – Renatinho – Ueslei

2- Tive a oportunidade de treinar a Seleção Japonesa, mas fui eliminado na primeira fase. O campeonato daqui é muito disputado, cada jogo é um jogo. Montando uma equipe forte e dando ritmo de jogo a ela é possível ganhar as partidas. Outra coisa que eu percebi, é que aqui eles não mudam os esquemas, mantém um padrão de jogo excepcional. Não existe, para minha infelicidade, nenhum jogador extra-classe, o que prevalece é o conjunto da equipe aqui, então, postarei os principais jogadores da J-League que não são os artilheiros, são os jogadores que dão estruturas para as equipes:

Narazaki- Goleiro de 32 anos, japonês. O CARA do Nagoya Grampus. Sempre bem colocado, tem um ótimo reflexo.

Aoyama- Zagueiro de 22 anos, japonês. Tem sido uma das grandes revelações do campeonato. Marca como ninguém e é um samurai no desarme.

Michael- Volante de 28 anos, brasileiro. O melhor jogador de seu clube sem dúvida. Com uma forte marcação, é rápido, o que explica seu pouco número de faltas e cartões.

Bruno Quadros- Lateral direito de 32 anos, brasileiro (japonês). Se entrega, arruma a zaga e parte pro ataque com seu ótimo cruzamento e sua velocidade alucinante.

3- Alguns bons jogadores estão sendo descobertos. Caso do jovem meia H. Sato e do também meia Kanazaki. Outra coisa que eu percebi, são os técnicos! Eles vem fazendo a diferença na não tão poderosa J-League. S. Kobayashi é o líder do campeonato dirigindo o Montedio. Futebol brasileiro no Japão: a seguir, dicas de contratações para clubes brasileiros, são eles:

Palmeiras- Bruno Quadros / LAT D / 32 (anos)

Internacional- Michael / VOL / 28 (anos)

Corinthians- França / ATA / 34 (anos)

Flamengo- Fyllipe Gabriel / MEI / 24 (anos)

Grêmio- Renatinho / MEI / 22 (anos).

4- Minha equipe fez um péssimo segundo turno. Não fizemos boas atuações e as armas secretas falharam. Por isso perdemos todas as chances de título:



O FC Tokyo caiu muito de produção no segundo turno, ficou bem na metade da tabela, o que é lamentável. O artilheiro da competição foi Bandai, do Júbilo Iwata.







CONHECENDO


O


JAPÃO

-

Localizado na Ásia o Japão é um dos países mais rico em cultura no mundo. Os esportes praticados no Japão variam desde os tradicionais, chamados budô, em especial o judô, o karatê, o kendo e o sumô, considerado o esporte nacional, até os esportes Ocidentais tais como o basebol e o futebol, introduzidos no país após a restauração Meiji e popularizados através do sistema educacional. A culinária tradicional japonesa é dominada pelo arroz branco, e poucas refeições seriam completas sem ele. Qualquer outro prato servido durante uma refeição - peixe, carne, legumes, conservas - é considerado como um acompanhamento, conhecido como okazu. É utilizado um tipo de talher diferente, denominado hashi. Originário da China, consiste em dois pequenos bastões de madeira, plástico ou metal.

Nenhum comentário